PINHOLE

Câmera-Sardinha

Fotografia Pinhole, ou fotografia artesanal como muitos a chamam, nada mais é que a raiz da grafia com a luz, que nestes tempos de câmeras digitais, smartphones, megapixel e tudo mais às vezes acaba-se esquecendo como a fotografia acontece. O termo Pinhole vem do inglês, Pin=Agulha/Alfinete, Hole= Buraco, é a fotografia pelo buraco da agulha.

Me deparei com a fotografia artesanal há bastante tempo, mas apenas como mero admirador, somente comecei a criar minhas próprias câmeras, minhas técnicas e imagens únicas, me meados de 2006.
De tanto experimentar, cheguei a está câmera de lata de sardinha, filme 35mm e algumas sucatas. Os resultados surpreendem, a singularidade das fotos que saem desta simples lata, é algo que fascina e rende belas horas de bate papo quando utilizada nas ruas. As pessoas não resistem e olham, perguntam, não acreditam e por fim saem achando o máximo e muitos querendo fazer a sua.
Partindo do princípio desta câmera, pode-se criar outros modelos como estes apresentados aqui.

A fotografia Pinhole pode ser explorada com os mais diversos suportes, uma lata vira câmera, uma caixa de madeira vira câmera e por aí vai.
Qualquer ambiente protegido de luz, onde você consiga colocar um material fotossensível no seu interior e no lado oposto fazer um furinho para projetar a imagem, pode virar uma câmera.
Câmera-PInhole-Redonda-lata

Ok, essas câmeras são engraçadinhas, curiosas e interessantes. Mas e o resultado disso tudo?! O resultado são fotografias com um ar vintage, low-fi, um pouco fora de foco – resultado da relação direta entre tamanho do furo e distância focal – cores e aberrações cromáticas, visto que não existem objetos ópticos para correções da luz imagens borradas com tempos de exposição incomuns.
câmera-amarela-fundo-transparente

Tudo isso pode ser resultado do inesperado, inclusive o enquadramento, não tem como ser controlado 100%, porém pode-se pensar a construção da câmera de forma que possa “tentar” prever algum resultado. Mas o inesperado é muito bem vindo nesta técnica. Experimente e depois me conte o resultado.


Mais sobre a técnica e este mundo da fotografia Pinhole, pode ser encontrado em uma publicação que criei lá em 2012, foram 6 edições da revista Foto Inversa. Dá uma olhada ali no menu à cima e se inspire com o trabalho de artistas dos mais diversos países.

Fica aqui o link para baixar o tutorial da Pinhole Sardinha.

Tutorial Pinhole SardinhaBaixe aqui o .PDF